.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Campas esquecidas

Guerra do Ultramar - CAMPAS ESQUECIDAS e OUTRAS CAMPAS

 

Clique em cada um dos sublinhados para visualização dos seus conteúdos

Introdução

À memória de Paulo Alves da Maia, Fuzileiro Especial nº 5257, cemitério de Bissau, imagem cedida por um Veterano

"Cabo Delgado - Moçambique", em 12 de Fevereiro de 2007 ... estavam assim

Campas e Ossários de Militares "A Liga não esquece!", informação de João Azevedo

Cerimónia Religiosa com o Padre Martins Júnior, Capelão do B. CAÇ 1899, enviado por Ilídio Costa  (inseridas mais imagens em 2007/04/06 )

Mais Militares Portugueses que ficaram para trás, enviado por Ilídio Costa

"Ninguém é deixado para trás" (8 militares encontram-se sepultados no cemitério improvisado em Guidaje - Guiné), enviado por João Bizarro, editor do Jornal AuriNegra, de Cantanhede

Joaquim Carlos Ferreira Morais (Para que os seus restos mortais não ficassem na Guiné, os seus camaradas fizeram uma colecta para a compra dum caixão de chumbo), enviado por João Parreira

Manuel António Portalegre Trindade (Faleceu durante uma operação em vôo a 15 de Setembro de 1969 em Mueda), enviado por Cláudio Trindade

Campa dum PM da Companhia de Polícia Militar 1446 (em São Tomé e Príncipe)

Desaparecido em Combate (José de Jesus Lourenço, pertencia à BCP 21 e faleceu em Guidage, em 23/5/1973), enviado por Afonso M F Sousa

Campas Esquecidas (dados fornecidos por Abílio Rodrigues e enviados por Sousa de Castro

 

 

 

Introdução

 

Como ex-Combatentes da Guerra Colonial temos um dever cívico para com os portugueses, nomeadamente, para com as Famílias daqueles que perderam a vida naquela guerra, na procura de toda a verdade sobre como morreram esses militares e se os seus corpos vieram para Portugal ou ainda estão enterrados em cemitérios nas ex-colónias portuguesas.

Passados que estão cerca de 45 anos sobre o início do conflito, ainda subsistem dúvidas como ocorreram aquelas mortes e onde estão de facto enterrados.

Por outro lado, consta-se que, a partir de uma certa altura, os corpos dos militares vinham para Portugal a expensas das próprias Famílias (?) - Haverá legislação sobre esta situação?

Mais, aquelas Famílias, após a comunicação do falecimento do seu ente querido, era-lhes perguntado (?) do interesse da transladação do corpo para Portugal e, em caso afirmativo, a Família teria que depositar (?) uma determinada verba, num prazo de 10 dias, no Depósito de Adidos (?). 

Por isso, face a tantas dúvidas, a equipa do "ultramar.terraweb.biz" abre esta página para recolha de informação, imagens e, posteriormente, proceder à sua divulgação através de canais ao seu dispor.

 

A equipa do "Ultramar.Terraweb"

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo